Gay

Gêneses 3:15: Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.

Depois da queda de Adão, foi declarada guerra entre a mulher e a serpente. Desde então a feminilidade passou a ser alvo de incríveis ataques, pois a semente messiânica seria gerada em ventre feminino como ocorreu com Maria.

Tentando ridicularizar a feminilidade, a serpente tentou gerar um terceiro sexo, cujos participantes tivessem características femininas, mas sendo incapazes de reproduzir.

Tudo começou em Sodoma e se expandiu pelo mundo inteiro. Sua multiplicação, porém, não foi suficientemente rápida para eliminar a feminilidade e impedir que Maria recebesse o esperma divino em seu útero.

Jesus, conforme o prometido, nasceu de mulher, mas a inimizade entre a serpente e a semente mulher continua ainda hoje, assim como ocorre com o plano de dissolução do projeto original.

Sabemos de cirurgias capazes de transformar homem em mulher, mas não de transformação da mulher em homem.

É pelo homem, e não pela mulher, que o pecado passa para as gerações seguintes: “por um só homem entrou o pecado no mundo” (Rm 5.12). Por isto o diabo esta tentando destruir a mulher, colocando no seu lugar uma anomalia, uma deturpação sexual.

Declaro-me perpétuo defensor da salvação dos homossexuais, dos hipócritas, dos traficantes, das prostitutas e dos corruptos, mas ferrenho opositor das obras de satanás.

Pretendo der dogmático, quando precisar escolher entre o certo e o errado. Sim e/ou não para todos, em todo lugar e sob quaisquer circunstâncias.

Pretendo também jamais acinzentar o meu discurso. Ao ser aceito por Deus, estou com a maioria. O dia em que não mais agir assim, me interna no Pinel, por favor.

Pretendo defender o direito do homosexual de exercer a sua humanidade e de ser tratado como gente e não como objeto de prazer.

Melhor agradar a Deus do que ao homem.

Ubirajara Crespo

Publicado a partir do BlackBerry para o WordPress.

Anúncios