Mundo bom é mundo morto

Publicado a partir do BlackBerry para o WordPress.

Conquistar o mundo não é a nossa maior prioridade. Se há algo a ser conquistado enquanto estamos limitados a este corpo é a nossa alma. Ganha-lo mediante alianças com os poderes reinantes pode resultar em dívidas capazes de empenhar a nossa alma.

A Bíblia joga um forte facho de luz nesta relação ao dizer: Quem perde ganha e quem ganha perde. Quanto mais a Igreja ganha do mundo, mais ela perde de Deus

O mundo jaz no maligno e esta decisão é irreversível, pois ele já morreu (jaz), e não há nada mais irreversível do que a morte. Não tente conquistar um morto.

– E a ressurreição? Perguntam alguns. Ora, o destino final deste corpo é se tornar um componente do po desta Terra. A mesma Terra, que segundo o Apocalipse, também será destruída. Além do mais ressuscitaremos com uma substância incorruptível, e não com esta (1Co 15). Namorar um mundo que já morreu é paquera de defunto, coisa de psicopata, de necrofilo.

Impossível fechar um negocio com o mundo, sem que haja algum tipo de contato com o seu príncipe. O jogo político não sai do um a um: Eu voto contra o casamento homoafetivo, e você me ajuda a desmatar as florestas. Este tipo de alianca sao como esparadrapo para um paciente terminal, não curam nada. No máximo servem apenas para enfeitar o caixão, melhor mesmo é enterrar.

Nosso papel é resgatar pessoas do mundo e trazê-las para Cristo, mantendo-as o mais longe possível deste sistema maligno governado por aquele a quem Jesus chamou de príncipe deste mundo.

Somente Jesus conseguirá destroná-lo, mas sem aproveitar nem um grãozinho de areia sequer deste mundo que conhecemos.

Ele fará um Novo céu e uma Nova Terra.

Achar que conquistaremos o mundo para Cristo é crer em uma utopia diabólica.

Mundo bom é mundo morto, mas este tipo de veredito já foi dado na Cruz, quando ele nos convidou a morrer com ele. Não podemos matar o mundo, mas podemos morrer para ele, e ate para nos mesmos.

Somente Jesus tem consigo o poder de fogo necessário para desfazer este lixo contaminante.

O executor do sistema será o proprio Jesus, e não a Igreja. Ele nomeará carcereiros que garantirão que as portas do inferno não serão abertas novamente.

Aleluia!!!!

Ubirajara Crespo

Anúncios