O objetivo da disciplina de Deus:

1Cr 21:12: “…três anos de fome, ou que por três meses sejas consumido diante dos teus adversários, e a espada de teus inimigos te alcance, ou que por três dias a espada do SENHOR. Então, disse Davi a Gade:
Estou em grande angústia; caia eu, pois, nas mãos do SENHOR, porque são muitíssimas as suas misericórdias, mas nas mãos dos homens não caia eu”.

O povo havia pecado gravemente contra o Senhor e ao seu Rei foi dado escolher entre 3 opções:

1) Fome
2) Espada dos inimigos
3) Espada de Deus, que poderia vir de várias formas, possivelmente a peste.

Davi preferiu ser punido diretamente por Deus porque a sua disciplina é reparadora, visa aperfeiçoamento e não destruição.

Os seres humanos costumam ser vingativos ao aplicarem seus juízos. Dificilmente uma pessoa ferida, tendo o coração carregado de ressentimentos ou preconceituosa deixaria de ser influenciada e dar um apertão extra na algema.

Deus é juiz e não Algoz. Ele aplica o remédio na dose certa, nem para mais e nem para menos, pois sabe que somos pó.

Ubirajara Crespo

Publicado a partir do BlackBerry para o WordPress.

Anúncios