A Igreja e sua heranca judaica e romana

A eclesiologia reformada nos trouxe um grande livramento, embora não tenha sido total. A Reforma nasceu em meio a influencia romana, mas não se livrou completamente dela, como era de se esperar.

A Reforma nos libertou do papismo, mas favoreceu o institucionalismo, centralizando o exercício da fé nos templos, como era costume na época. Seu maior mérito foi trazer o povo de volta a Bíblia.

Aprouve a providencia divina que as teses de Lutero foram colocadas em uma catedral, provavelmente pelo impacto, pela repercussão e propaganda que este gesto representaria. Particularmente eu preferiria coloca-las no muro la de casa, mesmo que isto sacrificasse a repercussão, mas traria a Igreja de volta para o local de onde jamais deveria ter saído: O Lar.

A nossa verdadeira herança é bem mais remota e recua até a época de Moises e de seu Tabernáculo peregrino.

Já na época de Salomão, os judeus, apesar de serem milhões e de viverem em um regime teocrático, possuíam apenas um Templo. Para ir a Igreja precisavam viajar até Jerusalém e dependendo do local onde moravam, a viagem poderia ser longa e cansativa. Se todos comparecessem em algum dos seus cultos, nem sequer Jerusalém inteira poderia abriga-los, quanto mais o Templo.

As sinagogas só vieram a existir após o exílio na Babilônia, e foram construídas porque nem o seu único Templo existia mais.

Até este momento a leitura da Palavra, as orações, a pratica da fé e o discipulado era responsabilidade dos pais e ocorria em suas próprias casas.

Hoje temos de ir a Igreja para sermos cristãos. Eliminar estes prédios seria um desastre colossal para a fé da maioria de nós. Não conseguimos ver a menor possibilidade de praticar a fé cristã se tirarmos o Templo das nossas vidas.

Só mesmo uma perseguição poderia nos fazer voltar ao status original. E será exatamente isto que acontecera. Israelitas! já acostumados a este esquema, serão os novos condutores da fé crista. Seu numero será de 144.000.

Ap 7:4: Então, ouvi o número dos que foram selados, que era cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos dos filhos de Israel.

Como resultado de sua atuação evangelística muitos gentios se converterão:

Ap 7:9: Depois destas coisas, vi, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro, vestidos de vestiduras brancas, com palmas nas mãos.

Ubirajara Crespo

Publicado a partir do BlackBerry para o WordPress.

Anúncios