PENA DE MORTE

O assunto é da alçada do legislativo. A pena de morte, no Antigo Testamento, é aplicável a várias situações. Algo, que na nossa ótica humana é difícil de entender. Os estados que adotaram a pena de morte, a defendem mostrando índices de diminuição de praticas condenáveis deste modo.
Antes de promulgar a lei, Jeová declarou em que bases se colocava no direito de promulga-las. Ele é o dono da vida:

Lv 19:37: Guardareis todos os meus estatutos e todos os meus juízos e os cumprireis. Eu sou o SENHOR.

Veja algumas destas leis:

-Lv 20:10: Se um homem adulterar com a mulher do seu próximo, será morto o adúltero e a adúltera.

-Lv 20:11: O homem que se deitar com a mulher de seu pai terá descoberto a nudez de seu pai; ambos serão mortos; o seu sangue cairá sobre eles.

-Lv 20:15: Se também um homem se ajuntar com um animal, será morto; e matarás o animal.

-A homo afetividade: O motivo da maldição de Cam, foi a sua vontade de ver a nudez de seu pai, algo que ainda não fora proibido por Moises, o qual nem existia, na época. Há quem defenda a tese de ser ele o primeiro homo afetivo, ato, que segundo a lei Mosaica recebe pena de morte.

Lv 20:13: “Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável; serão mortos; o seu sangue cairá sobre eles”. A pena de morte é defendida por Moises em vários textos.
Atribuir a cor da pele como o sinal desta maldição é um chute teológico.

– Crimes litúrgicos: Lv 20:1,2: Disse mais o SENHOR a Moisés: Também dirás aos filhos de Israel: Qualquer dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam em Israel, que der de seus filhos a Moloque será morto; o povo da terra o apedrejará.

– Leis contra os falsos profetas. Se insinuam como mensageiros de Deus com o objetivo de controlar as decisões das pessoas.

Dt 18:20: Porém o profeta que presumir de falar alguma palavra em meu nome, que eu lhe não mandei falar, ou o que falar em nome de outros deuses, esse profeta será morto.

Há muitos outros casos, que segundo a Bíblia são passíveis da pena de morte e alguns países adaptaram a sua realidade.

Qual é a sua opinião sobre o assunto?

Ubirajara Crespo

Publicado a partir do BlackBerry para o WordPress.

Anúncios