OVELHAS CAÇADAS IMPLACAVELMENTE POR LOBOS FAMINTOS

http://sob-nova-direcao.blogspot.com/2013/06/ovelhas-cacadas-implacavelmente-por.html

OVELHAS CAÇADAS IMPLACAVELMENTE POR LOBOS FAMINTOS

Quantas ovelhas foram assediadas por lobos que se aproximaram delas propondo sociedade, alianca, parceria de ministério, ação conjunta e amizade.
 
Com sordidez desferem golpes traiçoeiros, recheados de meias verdades, rodeados pela penumbra, encobertos pela encenação e sem transparência. 
 
Costumam perder o rumo quando as luzes estão acesas, pois não sabem o que fazer quando são observados. Desmontam parcerias, pisam, arrebatam clientes de quem lhes é fiel, roubam a sua namorada e usam a necessidade como desculpa para as suas decisões. 
 
Esta raça de lobo é implacável e para nos ferir não hesitam diante da possibilidade de expor nossas fraquezas. Traiçoeiros, fazem propostas sabendo que dificilmente cumprirão a sua parte, mas guardam debaixo da manga justificativas pré montadas.
 
“Estes, porém, quanto a tudo o que não entendem, difamam; e, quanto a tudo o que compreendem por instinto natural, como brutos sem razão, até nessas coisas se corrompem (Jd 1:10).
 
Alem de sinal de incopetencia, a mentira é um ritual de invocação do pai da mentira, o diabo. O estrago causado vai muito além do prejuízo material, destrói a alma, desestabiliza, adoece e mata. 
 
O roubo, o falso amigo, a traição, a intriga e a perda são apenas instrumentos nas mãos do diabo para destrui-lo como pessoa. Se a sua alma sangrar, satanás terá atingido o seu objetivo que é matar, roubar e destruir.
 
Perdoe e abençoe, mesmo que por razões de segurança precise manter distancia. Não se deixe mover por vinganca, mesmo que se veja em meio a uma batalha judicial contra quem merece ser tratado como uma nuvem sem água, capaz de esconder o Sol, mas não faz chover. É preciso ter sabedoria e não precipitacao ao enfrentar um artista montado em palanques religiosos, mas incredulo e sem temor de Deus. Perdoar não significa, necessariamente, que deva se candidatar a capacho.

 
“Estes homens são como rochas submersas, em vossas festas de fraternidade, banqueteando-se juntos sem qualquer recato, pastores que a si mesmos se apascentam; nuvens sem água impelidas pelos ventos; árvores em plena estação dos frutos, destes desprovidas, duplamente mortas, desarraigadas” (Jd 1:12). 
 
Não se feche para novas abordagens, aprenda a lição que puder tirar desta experiência e se levante novamente. Se o teu inimigo tiver fome, da-lhe de comer. Agindo assim os demônios fugirão de você. Eles temem pessoas comprometidas com a verdade e dispostas a agradar a Deus. Jesus é o seu modelo de vida, pois como ovelha muda foi para o matadouro, mesmo tendo acesso imediato a um grande poder de fogo.

Ubirajara Crespo

Anúncios