Plebiscito ou referendo?

Texto de plebiscito que sai da mão de político é como um jogo com resultado encomendado.

A massa popular é inocente, imediatista. Por não possuirem visão periférica não percebe as consequências e brechas criadas propositadamente durante as articulações de políticos e religiosos inescrupulosos. Os inocentes se tornam uma peças usadas para montar um tabuleiro favorável para um jogador esperto, mal intencionado e manipulador.

O time inimigo Já disputa campeonatos religiosos de primeira divisão, sendo composto por veteranos acostumados a jogar para a torcida. Entram em campo com um esquema armado e antecipam as consequências de uma jogada, vários lances antes da sua conclusão.

Este pessoal não sabe jogar limpo e não chuta contra a sua própria rede.
Dão o palito e ficam com o sorvete. Se for preciso jogar areia nos olhos do time adversário, não hesitarão nem um segundo sequer.

Geralmente o treinador deste time traça objetivos, monta o esquema, diz quem joga, faz o banco e fica na beira do campo orientando a participação de cada jogador. É uma Teocracia, dizem. E devemos reconhecer que se parece com uma, pois tomam o cuidado de citar o nome de Jesus a cada nova instrucao.

Esta conversa de plebiscito desvia a atenção da sociedade para as verdadeiras reivindicações feitas nas ruas.

Saúde
Escolas
Prisão dos mensaleiros
Inflação
Impunidade

Vamos manter o foco, o governo esta tentando cobrir o sol com uma peneira furada.

Reforma política não reforma os políticos. Sem reformar corações será apenas mais um monte de papel para arquivar.

Só Jesus na veia e no coração.

Publicado a partir do BlackBerry para o WordPress.

Anúncios