A busca pelo entretenimento religioso

ImagemO discurso não esta muito na moda ultimamente. Musica, dança, efeitos especiais, agito, cantores gospel, palco cheio de gente famosa, som alto e letras que não nos fazem pensar estão em alta, ultimamente.

Pregações invocam atitudes, sugerem pensamentos profundos, reflexões sobre a vida e chamam para mudanças de comportamento.

Frases repetidas e som alto fazem a combinação perfeita para esvaziar a mente e dar uma sensação de leveza. Pelo menos até chegar em casa e experimentar a realidade de uma família desajustada.

Jesus é o melhor para você, mesmo que o gosto sentido na boca não seja agradável, mas, la dentro, regulariza a sua vida emocional.

O edonismo, que é a busca pelo prazer só pela satisfação que ele dá no momento, se tornou um perigo que tenta se infiltrar na nossa religiosidade. Já está enraizado na música popular, com letrar cheias de sonoridade, mas vazias de conteúdo.

Shows, apresentações, mensageiros comoventes, busca por tirar vantagem de nosso relacionamento com Deus atraem muito mais gente do que uma mensagem que chame para o comprometimento e morte do EU.

Estamos crucificados com Cristo e isto pode significar que deixamos de ser macacos de auditório e mudamos nossa expectativa de via para a busca pelo conhecimento de Deus e sua Palavra, mas sem eliminar o prazer e a alegria sadias.

Ubirajara Crespo

Anúncios